quinta-feira, novembro 22, 2007

A nossa selecção

Ontem fui ao estádio. Fiquei num lugar privilegiado. Nunca tinha visto um jogo tão bem, apesar da chuva. Só assim se consegue identificar os jogadores obreiros e as estrelas. Isto porque na tv, a câmara vai seguindo o jogador que tem a bola, e não se vê o resto... De facto, continuo a não gostar da atitude de alguns jogadores, mas isso é cá comigo. Não gostei de ver: Pepe em campo (apesar de não ter jogado mal)e Pepe a cantar o hino, mas isso também é cá comigo. A equipa pareceu-me um pouco baralhada em campo (demasiados jogadores para a mesma posição-3 centrais?!?), pelo menos em alguns periodos do jogo. Mas os filandeses não jogaram nada. Limitaram-se a defender.
Gostei da atitude do público. Mais não podiam ter feito. Gritaram quase o tempo todo por eles. A comprová-lo Cristiano, no final do jogo, disse: «os adeptos foram fantásticos, penso que hoje mostraram a garra do verdadeiro português e fez-me lembrar os jogos do Euro e Mundial.
Pela primeira vez em 24 anos a Inglaterra não vai ao Euro. Não podia ter acontecido o mesmo a Portugal? Quando cheguei a casa vi Scolari furioso com os jornalistas, mas nem cheguei a perceber o que tinha acontecido. Scolari tem que perceber, de uma vez por todas, que tem que responder às perguntas dos jornalistas. Também é um dos seus deveres como treinador. Esquece-se disso demasiadas vezes.
À saida do estádio, umas meninas entregam-nos um papelito com isto: volta Figo (petição)! e dizem-nos: votem na internet! Fico pasmada! Então há uns tempos diziam que o Figo estava velho, que se arrastava em campo, e agora querem que ele volte?

3 comentários:

A.Tapadinhas disse...

É mesmo para fazer inveja! Durante uns bons anos, enquanto fui jogador de bilhar no SLB, também via os jogos assim... De tudo o que diz(es?) eu assino por baixo, com uma excepção: não há paciência, para aturar tanta incompetência e agressividade dos jovens jornalistas. Não sei se no salário do Scolari está incluído algum montante para responder a jornalistas imaturos. Ontem era para festejar...
António

Desabafos escritos disse...

De facto, eu não ouvi o que os jornalistas lhe perguntaram. De qualquer forma, não gostei do abandono da conferência. Scolari anda muito irritadiço e mal educado.
Então o António foi atleta do glorioso e eu é que lhe causo inveja? :)
Quanto ao diz(es?) a limitação é minha... que não consigo tratá-lo de outra forma. Os seus amigos espanhóis não têm problemas destes...
Um abraço.

ursinhaTéte disse...

Também fui ao estádio ver a minha selecção, concordo consigo, o Pepe faz um pouco de comichão...mas se queremos ser como o resto dos europeus em muitas coisas porque não ser em todas? Saí contente, muito contente, passámos, já lá estamos!!! Viva a selecção, viva Scolari, grande vencedor!!! Passámos...além disso, queriam que a nossa selecção tivesse feito um jogo extraordinário queriam que, o grande mentor desta euforia toda,Scolari, tivesse sido simpático com os idiotas dos nossos jornalistas...povo mais misterioso o nosso...vejam a Inglaterra...não passou...nós sim, que grande alegria...não o facto da Inglaterra ter ficado pelo caminho, entenda-se, mas o facto de termos conseguido ultrapassar mais um obstáculo.Scolari é Scolari,como era possível vê-lo de outra forma? O homem tem direito à indignação, acho que quando for embora vai respirar de alívio e nessa altura de certeza que desistirá de entender os portugueses, se é que já não o fez. Um amigo meu brasileiro dizia, certo dia, os brasileiros são os portugueses psicanalisados...como eu o compreendo...um dia ainda me lembro de pedir a nacionalidade brasileira!!! Quanto ao Figo, quem terá tido esta ideiazinha tão triste...esta campanha é verdadeiramente inacreditável, eu que nem gosto dele, estou solidária com a vergonha que o mesmo deve estar a sentir neste momento.Haja respeito!!!